Saiba tudo sobre o óleo de câmbio

Existe muita dúvida envolvendo este elemento da mecânica automobilística que até mecânicos confundem o funcionamento, a frequência da troca e outros detalhes sobre o óleo de câmbio.

Por isso, se você está buscando mais informação sobre o assunto, sinta-se tranquilo. A PneuPlus quer resolver todas as suas dúvidas sobre esse óleo. Afinal, para que serve o óleo de câmbio? Este é o mesmo óleo do motor? Ele realmente deve ser trocado?

Importância do óleo de câmbio

O óleo de câmbio é essencial para a preservação das peças que fazem parte do sistema de câmbio do carro. É ele que diminui o atrito mecânico, preservando a vida útil das peças.

Não confunda o óleo de câmbio com o óleo do motor. Eles são armazenados em locais separados no seu veículo, se comportam de maneira diferente e têm funções parecidas, porém não fazem parte do mesmo sistema.

O óleo do motor deve ser trocado conforme o manual da montadora e precisa de mais atenção a cada quilometragem vencida. Este serve para lubrificação especificamente dos componentes do motor.

Já o óleo de câmbio serve para engraxar todos os componentes do sistema de transmissão. São eles:

  • Embreagem;
  • Conversor de torque;
  • Caixa de câmbio;
  • Diferencial;
  • Semieixo;
  • Eixo cardan.

 

Deve ser trocado, com que frequência?

E aí está o erro mais comum de mecânicas e centros automotivos mal-intencionados, que vendem a troca do óleo de câmbio como um serviço a mais.

Este óleo não precisa ser trocado! A troca somente será justificada caso haja vazamento, reparo para fazer no sistema inteiro ou câmbio automático. Ainda assim, se o seu carro tiver câmbio automático, a troca do lubrificante tem uma periodicidade muito maior que a troca do óleo do motor.

Nesses casos, segundo a Revista Autoesporte, o carro exige mais óleo de câmbio por utilizar discos de fricção imersos em óleo e conversor de torque, contaminando o produto devido o atrito por escorregamento das peças.

É preciso verificar o nível do óleo em cada revisão e fazer a troca conforme a marca do produto indica. Por isso a necessidade de se tornar fiel a um auto center de confiança. Mecânicos que transmitem essa segurança, por estarem habituados a utilizarem a mesma marca por muito tempo, podem garantir quando é necessário fazer a troca. E não fazer a troca só para ganhar em cima do serviço

Marca e tipo ideal de óleo devo usar no meu carro

Cada montadora especifica a necessidade ou não da troca do óleo e qual a frequência que deve ser trocada. É importante, porém, o motorista ficar atento ao tipo de óleo que o manual pede para tal.

Para cada tipo de transmissão existem diversos produtos que se diferem pela matéria-prima e por sua viscosidade. Por exemplo, carros com câmbio manual pedem, geralmente, o SAE 75w90, enquanto os de transmissão automática recomenda-se um ATF Dexron II, III ou ainda o Dexron VI.

Além dessas duas transmissões mais comuns no Brasil, ainda é fácil de encontrar câmbios automatizado, de dupla embreagem ou ainda o CVT. Por isso fique atento ao manual do fabricante e confira se a sua mecânica está utilizando o tipo correto.

O que nós podemos garantir é que a PneuPlus pensa sempre no bem-estar do cliente primeiro. Se a troca é dispensável, existem muitos motivos para darmos a informação correta.

Esperamos que com este texto você tenha entendido um pouco mais sobre o sistema de transmissão do seu carro e esclarecido algumas dúvidas sobre a utilização do óleo de câmbio no seu veículo.

Para saber mais, entre em contato conosco ou acompanhe o nosso Blog. Divulgamos mensalmente notícias e dicas especiais para nossos clientes. Confira!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp Nosso WhatsApp