Conheça 4 itens de segurança indispensáveis para o seu carro

Desrespeitar as leis de trânsito podem não só trazer consequências para o bolso, mas para a vida dos motoristas. Sabemos o quanto o nosso cliente preza pela saúde da sua família e o quanto uma multa pode incomodar no orçamento do mês.

Um dos problemas que os brasileiros passam é desconhecer quais itens de segurança o carro deve ter para não passar por problemas leves, como tomar uma multa, até mais graves, como perder a vida em um acidente.

Queremos garantir que isso não aconteça com você e por isso separamos uma lista de itens obrigatórios que o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) cobra das montadoras e condutores de veículos de passeio.

1. Cinto de Segurança

Parece óbvio, mas nos obrigamos a repetir sempre: usar e manter em boas condições, o cinto de segurança, é obrigatório por lei. E parece que o brasileiro ainda não entendeu a sua importância.

Segundo dados, o uso do cinto reduz em 40% o risco de morte por acidente de trânsito. Não confia nesta estatística? Então veja outra: 70% das fatalidades em acidentes de trânsito envolvendo passageiros no banco traseiro, são de pessoas que não usavam o equipamento.

Pode contar cinco pontos na carteira e uma multa de R$195,23 para o motorista que não utilizar o dispositivo ou negligenciar o uso por parte dos passageiros. Cuidado!

2. Encosto de Cabeça

Parece simples, mas não é. Você conhece o efeito chicote?

Quando há um acidente de trânsito, quem segura o seu corpo é o cinto de segurança. Este porém, não segura a cabeça. Após a batida do carro, tanto a cabeça, quanto o pescoço da pessoa no interior do veículo, se projetam para a frente e, em seguida, retornam, provocando lesões graves se o carro não estiver equipado com o encosto.

Além do perigo de andar em um carro sem esse equipamento, a multa pela infração grave é de R$127,00.

3. Dispositivos de Controle Ecológico

Aqui já entramos no assunto a um nível onde a responsabilidade não cabe somente ao cidadão, mas também aos órgãos governamentais.

Os veículos estão entre os principais inimigos do meio ambiente devido a emissão de gases e a poluição sonora. O CONTRAN regulamenta o controle através do CTB, enquanto é dever do CONAMA fiscalizar a fabricação dos veículos.

Já o cidadão deve respeitar a lei e não realizar alterações no veículo que desrespeitam essa norma. Enquanto indivíduo, é necessário prestar atenção a outras ações que são passíveis de multas, como o uso indevido da buzina, o descuidado com a manutenção do veículo, a alteração no controle de medição da emissão de gases poluentes, etc.

É um item de segurança e passível de punição porque protege a sociedade como um todo, evitando arruinar o ar que respiramos e causar problemas auditivos e emocionais.

4. Air Bag

O mesmo artigo que fala sobre cinto de segurança, encosto de cabeça e dispositivo de controle ecológico, também regulamenta e obriga o uso de airbags.

Os carros devem vir de fábrica com air bag instalados. Isso está acontecendo desde 2014 e as montadoras que descumprirem a lei podem levar multas gravíssimas.

É importante que o cidadão atente-se a este ponto também e que cobre fiscalização por parte das instituições governamentais. O uso do air bag é fundamental para a nossa segurança no trânsito.

Lembra dos quatro equipamentos de segurança obrigatórios que o seu carro precisa ter? Mantenha todos em boas condições e evite maiores problemas para o bem do seu bolso e, principalmente, para o bem da sua família.

Carros sem o cinto e sem o encosto pra cabeça já somam R$322,23 e 10 pontos na carteira do motorista. Fora o prejuízo na saúde que a falta desses itens pode causar. Agora acrescente andar em um carro sem air bag e sem controlador de emissão de gases e som.

Quanto de prejuízo um carro pode trazer para todos?

Se este texto te trouxer alguma orientação e conscientização, alcançamos o nosso objetivo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Nosso WhatsApp